Salário mínimo 2018 fixado em R$ 954 é o menor reajuste em 24 anos

A partir de um decreto assinado pelo presidente da república, Michel Temer, no dia 29 de dezembro de 2017, o valor do salário mínimo passou a ser fixado em R$ 954. O novo aumento já passou a valer desde o dia 1º de janeiro de 2018, e é atualmente o menor aumento do salário mínimo em 24 anos. No total, foram apenas R$ 17 de aumento em relação ao salário mínimo de 2017, que estava em R$ 937.

Além de ser o menor valor desde 1994, o salário mínimo de 2018 também está abaixo das estimativas que já haviam sido aprovadas pelo próprio Congresso Nacional. O valor do salário mínimo esperado para este ano era de R$ 965. Com um valor menor, o governo já prevê uma economia de R$ 3,3 bilhões neste ano.

Na publicação oficial do salário mínimo 2018 no Diário Oficial da União, o decreto presidencial também estabelece o valor diário de R$ 31,9 e o valor horário de R$ 4,34, de acordo com o novo valor do salário mínimo. Em uma comparação com o salário mínimo de 2017, o novo reajuste que já está em vigor é 1,81% maior do que o salário mínimo anterior.

Atualmente, o Brasil possui aproximadamente 45 milhões de pessoas que são beneficiadas com o salário mínimo, como os aposentados e os pensionistas. Grande parte desses pagamentos realizados mensalmente é feito pelo próprio governo federal.

Esse novo reajuste mais baixo ocorreu por causa da fórmula que o governo utiliza para corrigir os reajustes anteriores. Segundo o governo, essa fórmula é feita a partir das seguintes considerações: resultado do PIB – Produto Interno Bruto, de até dois anos antes e a variação do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor, do ano anterior.

Sendo assim, o salário mínimo de 2018 contou com o cálculo do resultado do PIB do ano de 2016, que teve um registro de queda de 3,6% em relação a 2015, com resultado do INPC de 2017. O governo informou que quando o PIB apresenta resultado negativo, o reajuste leva em consideração apenas o INPC, portanto, o salário mínimo de 2018 contou apenas com o INPC de 2017, que foi medido pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *