Luiz Carlos Trabuco comenta mudanças ocorridas em 2017

Após o processo de fusão com outra instituição financeira, em 2016, o Bradesco viu sua quantidade de correntistas enquadrados na categoria “alta renda” crescer notadamente neste ano (2017). Assim, a instituição financeira, entendendo a importância deste segmento, intensificará os olhares para o público de maior poder aquisitivo, criando uma área de atendimento exclusivo para a parte da clientela que se encaixa nesse perfil.

A responsabilidade de comandar o novo setor de atendimento fica por conta de Guilherme Muller Leal, que estava à frente da Diretoria Executiva de Corporate (área destinada à atenção de grandes empresas). Quem assume o posto, agora vago, de diretor do segmento de Corporate é Bruno Melo Boetger, que liderava o Departamento de Câmbio.

Em nota, o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, ressalta que a intenção é fortificar o relacionamento do banco com uma fração da clientela que pode ser estratégica para o desenvolvimento do país em um futuro próximo. De acordo com o presidente: “Não se poderá contar a história do setor bancário brasileiro dos próximos dez anos sem dar foco e atenção especializada ao segmento de alta renda”. Ainda segundo Trabuco: “A estabilidade econômica e o crescimento dela decorrente justificam a decisão estratégica que anunciamos”, destaca.

Guilherme Muller Leal é funcionário do banco há 18 anos. Graduou-se em ciências econômicas na Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro e obteve uma pós-graduação na PUC-RJ em finanças corporativas. Em seu currículo também constam cursos internacionais de especialização, voltados para o público executivo, com destaque para sua passagem na Wharton School, nos Estados Unidos. Já Bruno Melo Boetger ingressará na Diretoria Executiva da instituição após 10 anos de carreira. Boetger, que graduou-se em Administração na Fundação Getúlio Vargas, também estudou fora do país, na Universidade Cornell (EUA), onde obteve o título de mestre em finanças.

Os setores de Produtos e Varejo também sofreram mudanças em sua direção. Aurélio Guido Pagani, que estava à frente da Diretoria Executiva do segmento de Varejo, assumirá o comando da área de Produtos. João Carlos Gomes, que liderava o setor de Produtos, por sua vez, assumirá a responsabilidade pela área de Varejo. Segundo evidencia Luiz Carlos Trabuco Cappi, o corrente processo de mudanças no banco é benéfico e garante o aperfeiçoamento das carreiras dos executivos mais jovens: “Nossa meta é formar um grupo de lideranças que tenha capacidades múltiplas no negócio bancária”, conclui.

A presidência executiva também mudará

O atual panorama de modificações nas lideranças do Bradesco também atingirá o cargo mais alto da instituição. Presidente Executivo desde 2009, Luiz Carlos Trabuco Cappi deixará a posição atual em março de 2018, contudo, seu sucessor ainda não foi definido. O executivo passará a atuar como Presidente do Conselho da Administração, sucedendo Lázaro Brandão – também ex-presidente executivo e com mais de 70 anos de atuação na instituição. Graduado em filosofia pela UNESP, Luiz Carlos Trabuco Cappi, antes de assumir a presidência executiva do banco, obteve passagem de destaque no comando da divisão de Seguros do banco.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *