Caixa anuncia liberação de R$ 8,7 bilhões para estabilizar crédito imobiliário

Um novo anúncio feito pela Caixa Econômica Federal no dia 7 de novembro, revelou que a instituição financeira irá liberar um valor de R$ 8,7 bilhões para que o ritmo de contratação para o crédito imobiliário se normalize. Segundo a Caixa, o valor que deverá ser investido será destinado aos pedidos de financiamento imobiliário já aprovados, que estavam paralisados porque o banco estava sem verba para financiar.

O bando ainda informou que o recurso destinado aos financiamentos imobiliários atenderão programa Minha Casa Minha Vida, programa criado pelo governo federal como auxílio no financiamento de imóveis para famílias com renda familiar bruta mensal de no máximo R$ 4.000.

A Caixa também informou que este ano, houve um aumento de cerca de 20% em relação a procura por crédito imobiliário. Esse número maior de solicitação do crédito, fez com que a instituição ficasse sem recursos para realizar os financiamentos.

Dentre todas as modalidades de crédito imobiliário aprovadas pela Caixa, a instituição financeira já emprestou um total de R$ 72,4 bilhões até agora. Os recursos utilizados para os financiamentos imobiliários são devolvidos pelos clientes no tempo determinado com o acréscimo de juros para que o banco possa arrecadar recursos novamente e ainda lucrar com a operação.

As restrições ao crédito imobiliário que ocorreram este ano por parte da Caixa, fazem parte de uma série de outras restrições ao acesso de crédito do banco. Nos últimos meses, a Caixa anunciou medidas que reduziram o financiamento de imóveis usados de 70% para um total de 50% do valor do imóvel. Em relação aos imóveis novos, o limite do financiamento foi reduzido de 90% para um total de 80%, em uma medida que foi anunciada no mês de agosto deste ano.

O banco alegou sobre os recursos que serão investidos: “Aqueles contratos que seriam finalizados pelas agências antes das novas medidas de redução das cotas, cujo o percentual de financiamento poderia atingir até 80%, terão as condições mantidas e prorrogadas até o fim deste mês”.

A expectativa é de que o crédito imobiliário da Caixa volte a se estabilizar com o acréscimo de recursos, tanto para os financiamentos já aprovados quanto para novos financiamentos que poderão voltar a ser financiados em uma porcentagem maior que a atual.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *